---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?

administração
Estudos para obtenção da licença ambiental para abrir serra ligando Jacinto Machado ao Rio Grande do Sul são iniciados

Publicado em 12/02/2020 às 16:34 - Atualizado em 12/02/2020 às 16:34

 

 

Os primeiros passos para a obtenção da licença ambiental para a abertura da Serra do Fundo Grande, localizada no Cará, em Jacinto Machado, foram dados. O prefeito João Batista Mezzari, o Gaiola, engenheiro por profissão, acompanhou uma equipe de técnicos que realizou o levantamento e definição do traçado da nova serra.

O grupo esteve a campo para pegar as coordenadas para a elaboração do Termo de Referência, que será repassado ao Instituto do Meio Ambiente de Santa Catarina (IMA) analisar. Com a aprovação, inicia a segunda etapa, na  sequência, que é o licenciamento através do estudo de impacto ambiental (EIA/RIMA) e após aprovado, começa o trabalho de abertura da estrada. “Precisamos informar ao órgão ambiental as informações prévias, através deste termo de referência”, explicou a engenheira ambiental Andréia Arcaro Tonetto.

Segundo ela, prazos para a aprovação pelo IMA não podem ser definidos, mas em se tratando de dois estados Santa Catarina e Rio Grande do Sul, os órgãos ambientais tendem a dar prioridade para a análise do projeto.

O prefeito Gaiola destacou que esta obra trará o desenvolvimento para toda a região, se tornando uma importante ligação entre os municípios de Jacinto Machado (SC) e Cambará do Sul (RS). “As vantagens desta obra se refletem das mais variadas formas. A geração de emprego e renda, com a prestação de serviços diretos como guias, recepcionistas, incentivando a população local a se profissionalizar. Com a movimentação dos turistas, o setor gastronômico, como restaurantes e lanchonetes terão a oportunidade de expandir seus empreendimentos e trará a possibilidade da criação de novos estabelecimentos, se transformando num corredor turístico”, reforçou.

A Serra do Fundo Grande está localizada na comunidade de Cará, em Jacinto Machado, e com a sua abertura, será favorecido o crescimento do turismo, haja vista as belezas naturais existentes naquela região, como cânions e cachoeira. “O projeto foi iniciado pelo ex-prefeito Aldoir Bristot e por muitos anos ficou engavetado. Agora, estamos buscando as licenças ambientais necessárias para ligar nossa cidade ao Rio Grande do Sul através de uma serra”, afirmou Gaiola.

A equipe formada pelo prefeito e engenheiro civil João Batista Mezzari, o Gaiola, o engenheiro civil Bruno Nagel, o engenheiro agrimensor Anderson Fernando Rocha, a engenheira ambiental Andréia Arcaro Tonetto e o morador e guia Paulino Zacca, percorreu o trajeto para delimitar o traçado da estrada.